DICAS ESSENCIAS DE GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E DE NEGÓCIO   BAIXAR GRATUITAMENTE
logo
search
  • Blog Especial para Você Empreendedor

    Blog Especial para Você Empreendedor

    Você é micro, pequeno empreendedor ou profissional liberal? Aqui é seu lugar para levar o seu negócio A UM NÍVEL SUPERIOR
Receba dicas incríveis para seu negócio GRATUITAMENTE

10 DICAS FANTÁSTICAS PARA MELHORAR O POSICIONAMENTO NO GOOGLE DE SEU SITE OU BLOG

Autor: Caio Cruz Silva
Compartilhe  

Você empreendedor que tem possui seu site ou blog quer melhorar o posicionamento no Google e assim obter mais e mais visitas que podem se tornar clientes?

Mas você deve estar se perguntando que se destacar no maior site de buscas é uma tarefa longe da realidade de um micro ou pequeno negócio, mas nesse artigo voc​ê verá que você pode sim, destacar seu site ou blog no Google.

As dicas a seguir são 100% para busca orgânica, isso significa que você não precisa pagar para o Google a fim de obter melhorer posições como anúncios pagos. Veja:

1. Tenha uma boa arquitetura do site

Essa é uma dica simples mas fundamental para um bom posicionamento no ranking do Google. Um site com uma boa arquitetura será vistos com bons olhos pelo Google muito porque irá agradar seus usuários muito mais, evitando altas taxas de rejeição.

Certifique-se que seu site possui:

  • Usabilidade: esse termo refere-se a facilidade e simplicidade que o site propicia ao usuário. O mesmo não pode ficar perdido em meio a labirinto de botões para acessar uma simples artigo.
  • Navegabilidade: seu usuário deve saber onde ele deve clicar para acessar determinado conteúdo. Além disso, a navegação deve ser uma sequência lógica de informações a serem apresentadas.

Por exemplo: Quando um usuário clica na categoria “Marketing” em seu blog, ele espera ver uma lista de artigos que pertecem a categoria “Marketing”. Qualquer coisa diferente disse causará confusão no usuário.

  • Acessibilidade: seu site deve ser universal, isso significa que seu acesso não pode ser restrigindo ou limitado por causa de alguma limitação do usuário ou mesmo o equipamento que ele usa (notebook, tablet ou smartphone). Por isso é essencial ter um site responsivo, para ser acesso com perfeição de equipamentos móveis.

Você não sabe se seu site é considerado responsivo ou não? Sem problemas, acesse https://www.google.ca/webmasters/tools/mobile-friendly e confira se o Google considera seu site responsivo.

2. Seu site precisa de um sitemap (mapa do site)

Um sitemap, ou simplesmente mapa do site, garante que os buscadores saibam exatamente como está estruturado os links de seu site. Isso garante alguns pontos para seu site no ranqueamento do Google

Mas o que é um mapa do site? Preciso programar ou desenhar algo?

Se essas perguntas vieram a sua mente, não se preocupe! Ter um sitemap é muito mais fácil do que você imagina e você não precisa ter conhecimentos técnicos para gerar esse arquivo.

Para criar seu sitemap em poucos minutos acesse: https://www.xml-sitemaps.com/, siga as instruções e crie seu arquivo. Após isso, basta colocá-lo em seu servidor, junto com os demais arquivos de seu site, para que o Google possa identificá-lo.

Caso você não saiba como colocar esse arquivo em seu servidor, basta contactar o responsável técnico pelo desenvolvimento de seu site, com certeza ele irá te ajudar gratuitamente. Se você não conseguir falar com o responsável, ou se ele cobrou horrores para colocar um arquivo no servidor, entre em contato com a CSLogic que lhe ajudamos gratuitamente ;-).

3. Cuidado com conteúdos não indexáveis

Primeiro de tudo devemos esclarecer o que é um conteúdo não indexável:

Esse simplesmente é um conteúdo que os buscadores online, como o Google, não conseguem “ler” seu conteúdo como nós humanos.

São exemplos de conteúdos não indexáveis: infográficos, fotos e vídeos.

Mas você não pode deixa-los de usar em seu site. Então, o que fazer?

Você simplesmente precisa dar uma “ajudinha” para o Google seguindo as dicas a seguir:

  • Para imagens/fotos: certifique-se de que o nome do arquivo condiz com a imagem apresentada e, o mais importante, sempre preencha a descrição da imagem com algo que condiz com a imagem representada, de forma clara e precisa. A descrição da imagem é apresentada pela atributo HTML “alt”, mas você não precisa saber de HTML para isso. Com certeza, seu gerenciador de textos deve possuir uma opção similar a “Descrição da Foto”.
  • Para infográficos: se você fez um infográfico bonitão, que vai atrair muitos likes e compartilhamentos, não fique preocupado. Basta você transcrever o infográfico logo abaixo dele, ou seja, descrever textualmente seu infográfico logo abaixo dele. Isso pode parecer trabalhoso, é sim, mas vai valer a pena.
  • Para vídeos: insira uma legenda próximo a seu vídeo ou mesmo transcreva o vídeo próximo a ele. Veja o exemplo do TED Talks, todos os vídeos possuem trancrição. A sua não precisa ser interativa como a deles, mas eu recomendo que tenha.

4. Otimize todas as URLs de seu site

Esse é um assunto muito importante, se seu site não ter suas URLs otimizadas as chances do mesmo se posicionar bem no Google são praticamente nulas.

Bom, mas você empreendedor, não precisa ficar preocupado, estamos aqui para ajudar. E a primeira ajuda que vejo nesse tópico é explicar o que é URL.

Muitas pessoas não sabem o que é, e isso é extremamente normal, por ser tratar de um termo técnico. E vou explicar agora pra você com uma simples imagem:

          exemplo_url_website

Agora que você sabe o que é uma URL, você precisa saber como otimiza-la, o que é uma URL não otimizada e como é uma URL otimizada:

Com os exemplos acima você pode perceber que a uma URL otimizada transparece de forma clara e precisa o conteúdo a ser abordado na página, de forma que humanos consigam entender. E assim, os buscadores também entendem.

Já as URL não customizadas, as quais você deve evitar, não deixam claro do que se trata o conteúdo da página, normalmente trazem algum número de identificação. Útil para o desenvolvedor do site, mas pouco eficaz para ranquear no Google.

Como otimizar:

Você pode perceber que as URL otimizadas apresentam letras minúsculas, sem caracter especial (como acentos) e sem espaços, que são subtituidos por hifen (-).

Siga essas dicas que com certeza o Google vai amar sua URL.

5. Tenha uma ótima descrição de página

Toda página de seu site deve possuir uma descrição única que descreve, brevemente o conteúdo a ser apresentado na página. Técnicamente falando, esse bloco de texto é chamado Meta Tag Description.

É importante saber também que essa é a descrição que aparecerá nas buscas online. Como na imagem a seguir:

Portanto, para melhorar o posicionamento no Google, é fundamental usar uma descrição verdadeira, apelativa e informativa. Sua descrição deve apresentar a sua palavra chave que você está focando, ela será apresentada em negrito nas buscas. E ainda, é fundamental que ela tenha entre 130 e 155 caracteres.

6. Tenha um título da página matador e um título de post chamativo e apelativo

Essas propriedades são fundamentais na composição de seu conteúdo.

Primeiros vamos definir o que é o título da página. Veja na imagem a seguir:

Um título de página matador contém as seguintes características:

  • É direto e informativo
  • Contém no máximo 67 caracteres. Algumas fontes dizem ser 70 caracteres, mas pode variar um pouco de acordo com o tamanho das letras utilizadas.
  • Contém a sua palavra chave (de foco)

E um título de post ideal contém as seguintes caracteríticas:

  • É direto e informativo
  • Apesar de não ter limite de caracteres, seja o mais direto possível
  • Contém a sua palavra-chave (de foco)
  • A palavra-chave está mais próxima possível do ínicio.
  • É usado a tag HTML H1, ou Título 1. É crucial que o título de seu post esteja dentro da tag H1. Isso ajuda aos buscadores online, como o Google, identifica-lo rapidamente e assim saber do que se trata sua página.

7. Use Canonical Link

Esse parece um nome complicado, algo extremamente difícil, mas não se preocupe.

A função do canonical é marcar na página qual a URL principal do conteúdo. Canonical link é muito útil quando você tem conteúdo duplicado ou possui dois domínios para o mesmo site (.com.br e .com). Nesse caso a página inicial de ambos deve conter o canonical apontando para a URL principal.

Essa técnica é fundamental para que sua página não perca posições no Google por duplicidade. Afinal de contas, se é o mesmo conteúdo não tem motivo para confundir os motores de busca, e assim, melhorar o ranking do seu site no google.

8. Tenha um site leve como uma pena

Os buscadores, como Google, levam muito em consideração o tempo de carregamento da página.

O principal vilão para o sobrepeso da página é o conjunto de imagens utilizadas. Portanto evite imagens muito pesadas.

Além disso, evite colocar muito scripts e plugins na mesma página, pois o tempo para carrega-los pode prejudicar o ranqueamento de seu site no Google.

Dica Bônus: Se você precisa usar uma imagem, acima de 500 KB, otimize ela, reduzindo seu tamanho sem perder a qualidade. Uma boa ferramenta para otimização de imagens é o: https://tinyjpg.com.

Dica Bônus 2: Para saber o tempo de carregamento de sua página, ou mesmo saber o tempo de carregamento de seus concorrentes, acesse o site: https://gtmetrix.com

9. Publique conteúdo longo, muito longo.

Diversos estudos como esse, http://blog.serpiq.com/how-important-is-content-length-why-data-driven-seo-trumps-guru-opinions , publicado pela SERPIQ, mostram que conteúdos com melhores posições no Google possuem mais de 1500 palavras. E muitos dos que possuem um melhor posicionamento no Google, possuem mais de 2000 palavras.

gráfico-relação-tamanho-post-e-posicionamento-Google

 

Dica Bônus: É muito importante saber também que, não é uma boa prática encher seu conteúdo com sua palavra chave principal para ganhar melhorar seu posicionamento no Google, é vital que o mesmo apareça de forma natural ao longo de seu conteúdo. Tudo bem, aparecer mais de 1x, desde que apareceça de forma natural.

Dica Bônus 2: Construa seu conteúdo sempre visando gerar valor para sua audiência, não em ranquear no Google. Desse modo você será o mais natural, e por consequência, produzirá um conteúdo extremamente valioso para sua audiência e consigará um melhor posicionamento no Google.

10. Faça link building

Link building nada mais é que o trabalho com links no seu artigo e para seu artigo.

Faça associações com outros artigos de seu blog. Ou seja, coloque links para artigos antigos que, na sua opinião, será importante para sua audiência.

É super legal também você colocar links interessantes para outros sites ou blogs. Isso mesmo, desde que esse link seja importante para sua audiência, é super válido criar links para esses conteúdos.

Com um conteúdo extremamente bem feito você tem mais chances de conseguir links externos (de outros sites) para o seu site/blog. Uma sacada é entrar em contato com especialistas que falam sobre o mesmo assunto abordado em seu conteúdo, e enviar um email amigável, falando sobre seu conteúdo. Não peça diretamente troca de links, compra de links, venda de links ou qualquer coisa do gênero, pois essas ações são mal vistas pelo Google.

 

Dica Bônus 1 – Inclua sua palavra-chave no ínicio de seu texto

                O Google presta atenção onde sua palavra-chave (que será o foco de seu texto) está sendo usada. Quanto mais “cedo” ela for utilizada em seu artigo, mais importante ela é para os olhares do Google. Por exemplo, imagina que você vai escrever um artigo sobre planilhas financeiras. Não seria estranho se você usasse o termo “planilha financeira” apenas no meio ou no final do texto?

                Mas o que fazer?

                A dica é simples, basta você incluir, de forma natural, sua palavra-chave nas primeiras 100 palavras de seu artigo (após o título do post).

Dica Bônus 2 – Acompanhe seus resultados

                É de suma importância acompanhar se sua estratégia está dando certo ou não. Para isso podemos contar com a ajuda de uma ferramenta gratuita da própria Google, o Google Analytics.

                No Google Analytics você pode visualizar o número de visitas em seu site, em suas páginas, a taxa de rejeição (pessoas que sairam rapidamente de seu site), a localização de seus leitores, o tempo médio que eles ficaram em seu site e muito mais.

                Vale muito você instalar o plugin do Google Analytics em seu site ou blog e começar a acompanhar seus resultados.

                Caso queira algum artigo explicando melhor sobre o Google Analytics, basta colocar nos comentários ;-)

Dica Bônus 3 – Não esqueça

                Essa dica bônus é mais para lembrar sobre algo importante: o uso de sua palavra chave que será o foco no conteúdo.

                Sempre a use no Título da Página, Título do Artigo/Post, nas primeiras 100 palavras de seu artigo, e ao longo de seu conteúdo (de maneira natural).

 

Caro amigo empreendedor, chegamos ao fim desse artigo que ensinou dicas simples e essenciais para seu site ou blog melhorar o posicionamento no Google. Existem outras dicas relacionadas ao assunto, mas com essas dicas essenciais implementadas, com certeza, você já verá resultado no raqueamento de seu site no Google. Se você possui um blog em wordpress, essas dicas também são úteis para seu blog alcançar as melhores posições no Google.

Você empreendedor, já utiliza essas técnicas? Ficou alguma dúvida sobre qualquer uma delas? Ao menos uma dica foi útil para você? Então deixe um comentário a seguir e compartilhe em suas redes sociais ;-).

Obrigadooo pelo seu tempo até aqui e até a próxima. 

Receba dicas incríveis para seu negócio GRATUITAMENTE

Sobre o Autor

Programador com experiência nacional e internacional e agora empreendedor, fundador e diretor da CSLogic, com a missão de ajudar as micro e pequenas empresas e os profissionais liberais do nosso Brasil. Juntos vamos levar tecnologia e marketing para os pequenos negócios, elevando-os para um nível superior.